10 destinos fantásticos para pedalar pelo mundo

18 de setembro de 2015

O site de Viagem e Turismo selecionou 10 destinos aonde ir de bike faz toda a diferença. As opções vão desde as calmas ciclovias de Amsterdã, até as trilhas tortuosas e cheias de adrenalina do Camino Yungas (foto), conhecido como rota da morte, ou uma pedalada nas formações rochosas de um vulcão ainda ativo na Sicília.

Camino Yungas, Bolívia

A opção é para quem gosta de adrenalina e aventura, já que a estrada superestreita, com aproximadamente 3 metros de largura, tem caminhos tortuosos, à beira de precipícios, com trechos a mais 3 mil metros de altitude. O Camino Yungas une a região de Yungas e La Paz, e é considerada a estrada mais perigosa do mundo, ou "rota da morte". São registrados cerca de 200 óbitos por ano no trecho de cerca de 60 quilômetros de descida. O cenário é composto pela Cordilheira dos Andes, fauna e flora locais. Sem dúvida, o passeio é inesquecível. Evite o período de chuvas, entre dezembro e março.

Camino Yungas - Bolvia - 3R TURFoto: Flickr/Creative commons/Matthew Straubmuller


Cliffs of Moher, Irlanda

O caminho liga Dublin a Galway, beirando o oceano com falésias que encantam os turistas do mundo todo, tanto que foi utilizado como cenário para o filme Harry Potter e já esteve entre as Sete Maravilhas do Mundo. A trilha pode ser percorrida por ciclistas com níveis de experiência variados, porém, é preciso ter cautela com o terreno escorregadio e trechos que possuem apenas 40 centímetros de largura. O ponto mais alto do percurso de 8 km tem cerca de 200 metros. Ao final da trilha, o ciclista pode tomar um banho gelado de mar ou ainda saborear uma das tradicionais cervejas irlandesas para fechar com chave de ouro a aventura. Os melhores meses para visitar o país são julho e agosto.

Cliffs of Moher - Irlanda - 3R TURFoto: Thinkstock


Utah, Estados Unidos

O Estado é considerado a Meca do mountain bike e possui diversas trilhas, com níveis de dificuldade diferentes. O parque Estadual Dead Horse é um dos principais destinos para ciclistas interessados em explorar desfiladeiros e penhascos cor ocre com vista para o rio Colorado. Por se tratar de uma região desértica, onde os termômetros chegam facilmente aos 38°C, é essencial levar água para o passeio. Os melhores meses para viajar a Utah são de abril a outubro.

Utah - 3R TUR - Estados UnidosFoto: Flickr/creative commons/Trailsource.com


Ötschergräben, Áustria

O país europeu é rico em florestas e montanhas, o que o faz ter terrenos propícios para aventuras de bicicleta. A trilha pelo desfiladeiro Ötschergräben, na cidade de Mitterbach, tem cerca de 6 quilômetros de extensão e percorre trechos estreitos um tanto quanto desafiadores, como se fosse uma versão austríaca do Grand Canyon. Pelo caminho, o ciclista encontra vegetação abundante e cachoeiras. A trilha mais popular é a Speedster, com 2,3 quilômetros de extensão em declive. A primavera, entre abril e junho, é a melhor estação para visitar o país.

Otschergrben - 3R TUR - ustriaFoto: Flickr/creative commons/Michael Pollak


Whistler, Canadá

Se no inverno a cidade a 125 quilômetros de Vancouver é uma das principais atrações para a prática de esqui e snowboard, no verão, quando a neve já derreteu, se transforma em um bike park. Entre as trilhas que podem ser exploradas por ciclistas está Garbanzo, com raízes de árvores e pedras pelo caminho que elevam a dificuldade do trajeto de cerca de um quilômetro. A trilha é dividida em dois percursos, de acordo com o nível de habilidade do ciclista. O melhor mês para aproveitar o verão na cidade é julho.

Whistler - 3R TUR - CanadFoto: Thinkstock


Yukon, Canadá, e Alasca, Estados Unidos

As trilhas não precisam durar apenas um dia e rotas autoguiadas, como na região de Yukon, no Canadá, podem proporcionar uma experiência mais longa, por dias. Uma das opções de travessia tem início em Haines, no Alasca (Estados Unidos), passa por Whitehorse (a maior cidade do estado de Yukon) e termina em Skagway (no território do Alasca), após 500 quilômetros de percurso em um trajeto quase circular. Os melhores meses para visitar a região são junho, julho e agosto.

Yukon Canad e Alasca Estados Unidos 3R TURFoto: Flickr/creative commons/Anthony DeLorenzo


Sicilia, Itália

Imagine pedalar pelas formações rochosas de um dos mais altos vulcões do mundo, e que ainda está ativo. Para quem gosta de aventura, percorrer uma trilha de bicicleta em terreno uniforme, partindo da cratera do Etna a mais de 3 quilômetros de altura, é o passeio ideal pela ilha italiana. Devido aos pontos de alta inclinação, é possível usar um teleférico ou jipe no trajeto de subida. O clima mediterrâneo faz da Sicília amiga dos ciclistas durante o ano inteiro. Os turistas ainda podem fazer paradas para um mergulho no mar azul que cerca a ilha.

Sicilia - Itlia - 3R TURFoto: Flickr/creative commons/Sarah Murray


Annapurna, Nepal

É a décima montanha mais alta do mundo, pertencente ao Himalaia, de onde se pode ter uma das vistas mais belas do planeta para toda a cadeia montanhosa, inclusive, para o Monte Everest. Pedalar por toda Annapurna é uma grande aventura com duração de quase duas semanas. A subida pode ser feita em nove dias e, para descer, são necessários mais três. Pedalando, ciclistas chegam a, em média, 4.400 metros de altitude. Os melhores meses para fazer o passeio são entre setembro e dezembro.

Annapurna - Nepal - 3R TURFoto: Flickr/creative commons/Marina & Enrique


Amsterdã, Holanda

A cidade onde se calcula a média de uma bicicleta por habitante não poderia ficar de fora na lista de destinos para pedalar. Além das ciclovias, em Amsterdã existem semáforos e estacionamentos próprios para bikes. O terreno plano facilita a locomoção com o veículo por toda a cidade, e a visita a pontos turísticos como o Museu Van Gogh, o museu Rijksmuseum, a Pieter Cornelisz Hooftstraat, o Vondelpark, tudo passando pelos famosos canais de Amsterdã. É possível chegar à Bélgica, França e Londres pedalando por ciclovias e estradas tranquilas, campos, rios e praias. Março e abril são os meses mais adequados para viajar ao país.

Amsterdam - 3R TUR - HolandaFoto: Flickr/creative commons/Moyan Brenn


Iporanga, Brasil

A cidade paulista abriga o Parque Estadual Turístico do Alto da Ribeira (PETAR) onde além de trilhas a pé, é possível pedalar. A combinação de grutas, cavernas, montanhas e rios torna o passeio cheio de descobertas. Para os iniciantes, existe um percurso curto, de apenas 8 quilômetros, pelo Rio Ribeira com chegada à Cachoeira Taquaruvira. Como o terreno é irregular, bom condicionamento físico é essencial. O melhor período para visitar o PETAR é entre os meses de abril e novembro.

Iporanga - Brasil - 3R TURFoto: Flickr/creative commons/Sérgio Amaral Resende

 

Fonte

E você, gosta de pedalar?

Vários destinos e dicas bacanas! Entre em contato conosco e faça um orçamento. Ficaremos felizes em atendê-lo(a).

3R TUR - Sua Viagem, Nosso Compromisso!

 

O caminho liga Dublin a Galway, beirando o oceano com falésias que encantam turistas do mundo todo, tanto que foi utilizado como cenário para o filme Harry Potter e já esteve entre as Sete Maravilhas do Mundo. A trilha pode ser percorrida por ciclistas com níveis de experiência variados, porém, é preciso ter cautela com o terreno escorregadio e trechos que possuem apenas 40 centímetros de largura. O ponto mais alto do percurso de 8 quilômetros tem cerca de 200 metros.

Compartilhe!

Powered by CoalaWeb

Contate-nos

Já sabe seu destino? Fale conosco!

Deixe-nos a sua sugestão de viagem que nossa equipe estará preparada e disposta para melhor ajudá-lo(a) e retornará o contato o mais rápido possível.

Se prefirir envie um e-mail para:

Leandro
leandro@3rtur.com.br

Nuno
nuno@3rtur.com.br

Thiago
thiago@3rtur.com.br

Financeiro
financeiro@3rtur.com.br

Whatsapp
Leandro: (11) 99504-6972
Nuno: (11) 99845-7121
Thiago: (11) 98608-9951

Facebook
www.facebook.com/3rtur